São Bernardo

saobernardo
Foto: David Fadul

Localizado entre o mar e o Pantanal baiano, São Bernardo abriga um verdadeiro reduto ecológico em meio a belas paisagens e cachoeiras, como a do Rio Tiriri e da Pancada Alta. O Tiriri desemboca no Rio Jaguaripe, formando grandes áreas alagadas, corredeiras e a cachoeira que leva o mesmo nome. Protegida pela mata, em um dos cenários mais verdes do Recôncavo, o local é reino da paz e tranqüilidade. Além de aproveitar o banho nas quedas d’água, o visitante não pode deixar de tomar uma água de coco e curtir a paisagem. A trilha, dentro da Fazenda Alemão, em Piquira, é de aproximadamente 40 minutos. Aproveite para conhecer o funcionamento de uma antiga casa de farinha, na margem direita do rio, ligada por uma ponte de madeira. Escondida no fundo de um vale encoberto de mata nativa, quase inatingível pela luz solar, a Cachoeira da Pancada Alta é outro destino certo pra quem passa por Jaguaripe. O visitante pode optar por dois caminhos; o ponto de partida é o vilarejo de São Bernardo, distrito de Camaçandi, com direito às ruínas de engenho e da capela da antiga Fazenda São Bernardo, à margem do Rio da Dona. Seguindo pela margem direita, chega-se à cachoeira através de uma trilha leve, de curta duração, até o Sítio Nova Esperança. Na outra margem, a trilha é pela Fazenda Ponte da Felicidade, com um percurso bem maior e mais aventureiro, incluindo a travessia do rio.

 

São Bernardo – Um pouco da sua História

Engenhho São BErnardo

São Bernardo, antigamente se chamava Fazenda São Bernardo, onde funcionava um antigo Engenho de Cana-de-Açúcar e mão-de-obra escrava. A proprietária da fazenda a Sra. Rosa Porfíria de Souza, falecida em 1877, arrendou suas terras a rendeiros que cultivassem e pagassem uma taxa anual pelo uso do solo, não sabendo ela até onde iriam suas fronteiras territoriais.

Rosa Porfiria de Souza 1877

screenshot-books.google.com.br 2015-03-31 13-52-50

screenshot-books.google.com.br 2015-03-31 13-53-20

 

Extraído do livro Pescadores e Roceiros de Wellington Castellucci Junior. Leia Mais…

 

Capela de São Bernardo

Capela São BErnardo

A capela de São Bernardo está situada na encosta de uma pequena colina, à cima do casario do povoado do mesmo nome, à margem do Rio da Dona. Do monumento se avista, além do povoado, extensa área verde. Em frente ao edifíco, à margem do rio, está localizado o antigo Engenho São Bernardo, posteriormente transformado em serraria, alambique (1954) e fábrica de óleo de dendê. No fundo do templo existe um pequeno cemitério. Edifício de relevante interesse arquitetônico, com planta constituida de nave, capela-mor e duas sacristias. Antecede o edificio um adro, possivel remanescente de um copiar. Do lado esquerdo existem ruínas de corredor ou alpendre lateral. Recobre o monumento um par de telhados de duas águas. Sua fachada, tipo empena, é muito simples, com um porta ladeada por janelas em arco pleno e duas janelas de vergas retas ao nível do coro. Duas outras, uma em cada fachada lateral, completam a iluminação do coro. Seu interior é pobre. Do forro da nave só resta a estrutura em madeira. A capela-mor é, porém, recoberta de abóbada de berço em alvenaria de tijolo. Todo o piso do templo é cimentado. As talhas ali existente são pobres, pintadas de branco com frisos amarelos. Possuia boa imaginária até 1976, quando foi roubada. Destacavam-se: São Bernardo (80cm) e um crucificado, ambos em madeira com pintura primitiva, além de outras, como as de São Antonio e São Benedito.

Capela do Engenho com partido em “T”  apresentando vestígios de alpendres frontal e lateral, cuja comprovação só poderá ser feita com prospecções em suas fachadas. O partido em “T” foi muito utilizado furante o século XVII, continunando a ser empregado, na zona rural, durante todo o século seguinte. Na Serra Geal e Chapada Diamantina há exemplos de capelas deste tipo construídas em pleno século XIX. O alpendre frontal, ou copiar, também é um elemento muito antigo, difundido no Nordeste desde os primórdios da colonização até o século XVIII. Seu uso foi muito comum na zona da cana-de-açucar e na da expansão dos rebanhos bovinos. A associação de copiar e lapendre laterl é também comum. Podemos citar os seguintes exemplos: Capela do Eng. Lagoa ( S. Sebastião do Passé) e capelas do Bento Simões (Irará), São Sebastião ( Caetité) e das Missões ( Jacobina).

Ótimo banho e rica culinária

São Bernardo é ideal para quem quer curtir um banho refrescante nas águas do Rio Tiriri, lá, quem visita o local tem estrutura para curtir momentos maravilhosos com a família. Possui bares e restaurantes a beira do rio com cardápio variado, sanitários e som ao vivo aos finais de semana para os turistas.

São BernardoCamarão Frito

A grande pedida é comer o Camarão ao Alho e Óleo do Bar da Marise, em frente a praça principal. Lá o tira-gosto é bem servido com camarões de ótima qualidade e do tamanho que o turista gosta. Outra opção é curtir o Mocotó aos domingos, porém a farra tem que começar cedo, às 6 horas da manhã!

 

 

Fotos: David Fadul

bannerdf

anuncio_jaguaripe

%d blogueiros gostam disto: