Artesanato

 

ARTESA

Jaguaripe foi o berço da louça de barro de Maragojipinho, atualmente, distrito do município vizinho, Aratuípe. A importância do transporte fluvial e marítimo refletiu na produção de embarcações, principalmente canoas. Os artesãos incorporam técnicas artesanais cotidianas como: fabrico das embarcações, tessitura de redes de pesca, esteiras de tala de dendê (antes empregadas para  a secagem de peixes), fibras de piaçava, tecidos e entalhe em madeira que compõe as velas e cascos das canoas e saveiros.

Como o artesanato de Jaguaripe está muito ligado ao rio e mar, elementos presentes em todos os momentos e lugares do Município, é grande a variedade de produtos feitos com conchas marinhas. Em Mutá está a sua maior evidência.

Destaque para a produção de miniaturas de embarcações de saveiros e canoas de madeira do Recôncavo Baiano, além da confecção de redes e de esteiras de tala de dendê.

Novas técnicas estão surgindo e novos talentos jaguaripenses também. A variedade de formas e projetos não tem limites. Aplicações de conchas do mar com tinta a óleo, bem como casca de cajazeira dão vida a novas artes.

Bira

bira

“Ubiracy Claudio Souza Portugal, o Bira, é filho do rico universo do Recôncavo. Cresceu entre os mestres saveiristas das margens do Rio  Paraguaçu e Jaguaripe, influência que o fez, desde muito cedo, reproduzir através de réplicas as belas embarcações da Baía de Todos os Santos, tornando-se um especialista e pesquisador em nautimodelismo.”

Fonte e Foto: https://www.facebook.com/ubiracy.claudio?fref=pb&hc_location=friends_tab

 

 

Vídeo Mestre Jô – Miniaturas de Barco


bannerdf

anuncio_jaguaripe

%d blogueiros gostam disto: